T-Cross ou Jetta: qual Volkswagen comprar com R$ 110 mil?
T-Cross ou Jetta: qual Volkswagen comprar com R$ 110 mil?

Os crossovers e SUVs de porte compacto podem ser vistos como a “galinha dos ovos de ouro” das marcas. Afinal, eles usam a plataforma de um carro igualmente compacto e mais barato, mas são vendidos a preços semelhantes ao de modelos médios da mesma fabricante. Como exemplo, a dupla Volkswagen T-Cross e Volkswagen Jetta.

O novo T-Cross é o mais recente lançamento no mercado de crossovers compactos no Brasil. Ele chega como a principal aposta da Volkswagen para o ano de 2019 e se destaca por usar a plataforma MQB do Virtus; além de contar com motor turbo desde a versão mais básica. Fora isso, traz equipamentos inéditos para o segmento.

Por outro lado, o Volkswagen Jetta é um digno sedã médio. Também é dotado da plataforma MQB, mas numa versão maior. Fora isso, custa exatamente o mesmo que o T-Cross. O Jetta Comfortline 250 TSI pode ser encontrado por R$ 109.990, enquanto o T-Cross Highline 250 TSI parte também de R$ 109.990. Em ambos os casos há o motor 1.4 turbo e câmbio automático de seis marchas.

Mas e aí, qual é a melhor opção? Confira:

Volkswagen T-Cross 250 TSI 2020
Volkswagen T-Cross 250 TSI 2020

Motivos para comprar um Volkswagen T-Cross 2019

Dá para dizer que os crossovers compactos não são uma compra tão racional assim. Quem opta por um modelo desta categoria preza um pouco mais pela emoção. Afinal, como citamos acima, eles custam o mesmo que modelos médios. Além disso, costumam entregar um nível menor de equipamentos e, sobretudo, de refinamento.

Porém, ao contrário de modelos como Nissan Kicks e Nissan Sentra; onde há uma boa discrepância de qualidade e motorização, por exemplo; a dupla T-Cross e Jetta tem proximidades. Os dois são construídos a partir da plataforma MQB, utilizada mundialmente e lançada há pouco tempo pelo Grupo Volkswagen. Carros da Audi também contam com a mesma base.

Fora isso, o T-Cross na versão Highline conta com o motor 1.4 TSI flex de quatro cilindros, que rende 150 cavalos de potência, a 4.500 rpm; e 25,5 kgfm de torque, a partir de 1.500 rpm; atrelado ao câmbio automático Tiptronic de seis marchas com conversor de torque e tração dianteira. Trata-se do mesmíssimo conjunto mecânico do Jetta.

Volkswagen T-Cross 250 TSI 2020
Volkswagen T-Cross 250 TSI 2020

Em relação ao Jetta, o T-Cross leva vantagem pelo apelo mais forte para encarar as ruas do nosso País. Ele conta com distância em relação ao solo de 19,1 cm, enquanto o Jetta tem 13,8 cm. Ou seja, há uma vantagem de 5,3 cm; que pode fazer diferença ao passar por valetas mais fundas ou lombadas mais altas, por exemplo.

O T-Cross também é ligeiramente mais alto, com 3 cm a mais; o que pode beneficiar o espaço para a cabeça dos ocupantes. O entre-eixos de ambos também é parecido, com uma vantagem de 3 cm para o Jetta. A largura também tem pouca diferença, com 3 cm a mais no sedã.

Porém, o crossover é mais compacto, com 50 cm a menos no comprimento que o irmão maior. Sendo assim, você terá um pouco menos de dificuldade para encontrar boas vagas de estacionamento para parar o T-Cross.

Volkswagen T-Cross 250 TSI 2020
Volkswagen T-Cross 250 TSI 2020

A respeito dos equipamentos, o T-Cross Highline 250 TSI leva vantagem sobre o Jetta Comfortline 250 TSI por contar com detector de fadiga do motorista; volante com paddle shifts; saída de ar para os ocupantes traseiros; retrovisores externos com rebatimento elétrico, entre outros.

O T-Cross acaba sendo ideal para quem busca por um carro mais versátil para o dia a dia, sem se preocupar tanto com refinamento. É uma boa opção também para quem não abre mão de um carro com visual mais arrojado, já que ele tem um aspecto um pouco mais “parrudo” e maior altura de rodagem.

Dá para arriscar em dizer também que o novo T-Cross terá uma menor desvalorização e ser mais fácil de revender que o Jetta; tendo em vista que ele deve vender mais entre os 0 km e ter uma maior aceitação por parte do público.

Volkswagen Jetta Comfortline 2019
Volkswagen Jetta Comfortline 2019

Motivos para comprar um Volkswagen Jetta 2019

Está em busca de um automóvel com visual mais despojado; acabamento interno mais refinado e que dá a sensação de realmente ser um carro mais caro? Então o Jetta 2019 é o seu número. Por mais que o T-Cross seja mais versátil e tenha um design mais fácil de agradar os consumidores, o sedã médio da marca é superior em boa parte dos quesitos.

Por mais que o acabamento interno do Jetta não seja digno de nota e nem o melhor da categoria, ele está um (ou mais) passo a frente do T-Cross. No sedã, há material emborrachado em quase todo o painel, ao passo que o crossover tem acabamento predominantemente em plástico. Os encaixes das peças também são mais precisos.

O legal também é que o console central é voltado para o motorista, deixando os comandos mais visíveis e na mão do condutor. A pessoa que vai no volante tem a sensação de que o carro praticamente o “abraça”; por conta de o banco ser mais baixo e o console central ser mais elevado, dando aquela sensação de dual cockpit.

Volkswagen Jetta Comfortline 2019
Volkswagen Jetta Comfortline 2019

Outro recurso que chama a atenção é a iluminação ambiente do Jetta, que pode ser personalizada através de comandos na central multimídia.

A respeito dos equipamentos, o Jetta Comfortline 250 TSI leva vantagem frente ao T-Cross Highline 250 TSI por contar com ar-condicionado automático digital de duas zonas (o do crossover é de uma zona só); banco do passageiro dianteiro com ajuste de altura; descansa braço central traseiro; faróis em LED; freio a disco traseiro; freio de estacionamento eletrônico; central multimídia com tela de oito polegadas, entre outros.

O Jetta também é maior e mais espaçoso, o que agrada àqueles que buscam por um carro de porte mais avantajado. Não dá para negar que o sedã da VW tem mais presença que o crossover. Além disso, o porta-malas do Jetta 2019 parece ser um latifúndio perto do compartimento do T-Cross 2019: são 510 litros contra 373 litros, respectivamente.

Volkswagen Jetta Comfortline 2019

Como já mencionamos, o motor de ambos é o mesmo. Porém, a dirigibilidade do Jetta é melhor. Isso porque o carro é mais baixo e tem uma carroceria com desenho mais fluído, o que contribui na aerodinâmica. O Jetta tem coeficiente de arrasto de 0,299, enquanto o do T-Cross é de 0,364.

Os dois aceleram de 0 a 100 km/h quase no mesmo tempo: 8,9 segundos no sedã e 8,7 s no crossover. O Jetta leva vantagem na velocidade máxima: 210 km/h, ou 12 km/h a mais que o T-Cross.

Quanto ao consumo, o novo VW Jetta também é um pouco melhor e leva vantagem na estrada. Faz 14 km/l com gasolina, contra 13,2 km/l do crossover.

Conclusão: leve o Jetta se você tem família grande e precisa de espaço e um bom porta-malas. Além disso, se você quer gastar o seu rico dinheirinho sem ter aquela sensação de que pagou mais por menos, o sedã é o seu número! O refinamento interno do modelo maior também entra na conta.

Jetta Comfortline 2019 é a melhor compra!
Jetta Comfortline 2019 é a melhor compra!

E aí, qual o melhor: T-Cross ou Jetta?

Vamos direto ao ponto: o Volkswagen Jetta, considerando carro por carro, é uma opção melhor e mais racional que o T-Cross. Ele é maior e mais espaçoso; tem porta-malas mais amplo; conta com uma lista de equipamentos mais recheada e oferece uma dirigibilidade melhor e mais acertada, agradando mais quem “gosta de carro”.

Por outro lado, o Jetta não é tão versátil quanto o T-Cross. Sobretudo para o público feminino, que costuma apreciar carros menores e com visual mais moderno, o crossover compacto pode agradar mais. Contudo, vamos ser sinceros: as possibilidades de o T-Cross ficar por mais tempo à venda no mercado são bem maiores que as do Jetta, né?

Acompanhe o Tracionando também no Facebook, no Twitter e no Instagram!

T-Cross ou Jetta: qual Volkswagen comprar com R$ 110 mil?