Tracionando Renault-Captur-2017-oficial-br-8-1024x683 Renault Captur começa mês de março com vendas aquém do esperado Brasil Crossovers Mercado Renault  vendas março crossover compacto Captur Brasil
Renault Captur 2017

Por se tratar de um crossover compacto (que está em alta no mercado) e um modelo inédito, o Renault Captur começou com o pé direito no mercado brasileiro, certo? Errado! O novo modelo da fabricante francesa, pelo menos até esta quinta-feira, 23, está vendendo em março (seu primeiro mês cheio de vendas) menos que o esperado pela marca, conforme apurou o portal Motor1 Brasil. A novidade emplacou quase oito vezes menos que o Honda HR-V, que lidera no segmento.

No acumulado do mês de março, o Renault Captur conseguiu emplacar apenas 351 unidades no mercado nacional. Para efeito de comparação, o HR-V registrou 2.699 exemplares vendidos no mesmo período; e, em março do ano passado (mês em que estreou no Brasil), teve 2.382 modelos comercializados. Até mesmo o Hyundai ix35, modelo mais caro e de categoria superior, vendeu mais, com 521 unidades.

Tracionando Renault-Captur-2017-oficial-br-26-1024x683 Renault Captur começa mês de março com vendas aquém do esperado Brasil Crossovers Mercado Renault  vendas março crossover compacto Captur Brasil
Renault Captur 2017

Voltando para a categoria dos compactos, o novo Hyundai Creta; que começou a ser vendido no final de janeiro, emplacou 1.182 unidades no primeiro mês e registra 2.210 vendas em março. Já o Nissan Kicks, que foi lançado em agosto e teve 1.970 exemplares vendidos; vendeu 1.835 unidades em março.

O Renault Captur aposta em um visual mais moderno e também num amplo espaço interno para atrair o público. Todavia, o carro desliza na lista de equipamentos que deve alguns itens; como os airbags de cortina na versão topo de linha.

Tracionando Renault-Captur-2017-oficial-br-6-1024x683 Renault Captur começa mês de março com vendas aquém do esperado Brasil Crossovers Mercado Renault  vendas março crossover compacto Captur Brasil
Renault Captur 2017Renault Captur 2017

O grande entrave do carro, porém, é a gama de motores, que oferece apenas o 1.6 litro flex de 120 cv com câmbio manual; e o 2.0 litros flex de 148 cv, com a antiquada transmissão automática de quatro velocidades. Todavia, ainda neste semestre, a Renault vai passar a oferecer o Captur com o motor 1.6 litro e câmbio automático do tipo CVT (continuamente variável); que deverá alavancar as vendas do carro por aqui.

O novo Captur está disponível com preços entre R$ 78.900 e R$ 88.490.

Acompanhe o Tracionando também no Facebook, no Twitter e no Instagram!

Renault Captur começa mês de março com vendas aquém do esperado

  • Paulo

    a renault do brasil faz tudo pedindo para se fuder, merece os resultados: plataforma velha, conseuqentemente motorização velha, cambio ultrapassado e preço alto. Se ela quer que isso venda, tira o duster de linha e a coloque no lugar.

    • Paulo, o novo Captur é um bom carro, mas decepciona em alguns quesitos. A plataforma velha não é algo tão grave assim, tanto é que ele tirou quatro estrelas no Latin NCAP.