Tracionando Renault-Captur-2014-europeu-1024x683 Renault Captur europeu vai ganhar novo visual em Genebra Crossovers Europa Renault Salões do Automóvel  utilitário-esportivo Salão de Genebra linha 2018 francês facelift Europa crossover compacto Captur
Renault Captur 2014

Embora tenha sido apresentado recentemente no mercado europeu, o Renault Captur é um velho conhecido dos europeus. Por lá, o modelo marca presença nas ruas há quase quatro anos. E para se manter atual, o crossover compacto se prepara para receber suas primeiras mudanças visuais; que serão apresentadas pela marca durante o Salão de Genebra, entre os dias 9 e 19 de março na Suíça.

A linha 2018 do Captur deverá ganhar mudanças apenas pontuais, que poderão se resumir a faróis e lanternas com novo layout interno; grade com formato mais largo e para-choques redesenhados, além de novas rodas de liga-leve e novas opções de cor para a carroceria. É provável que o Renault Captur europeu siga a mesma linha do brasileiro, que tem para-choques diferentes.

Já no interior, as alterações serão ainda menores, provavelmente com direito a apenas novos detalhes de acabamento e novas opções de revestimento para os bancos.

Tracionando Renault-Captur-2014-europeu-1024x683 Renault Captur europeu vai ganhar novo visual em Genebra Crossovers Europa Renault Salões do Automóvel  utilitário-esportivo Salão de Genebra linha 2018 francês facelift Europa crossover compacto Captur   Tracionando Renault-Captur-2017-oficial-br-8-1024x683 Renault Captur europeu vai ganhar novo visual em Genebra Crossovers Europa Renault Salões do Automóvel  utilitário-esportivo Salão de Genebra linha 2018 francês facelift Europa crossover compacto Captur
Renault Captur 2017

A gama de motores também deverá continuar a mesma. No mercado europeu, o modelo é oferecido com unidades a gasolina de 0.9 litro TCe e 1.2 litro TCe, com 90 e 120 cv, respectivamente; além de um 1.5 litro dCi turbodiesel de 90 ou 110 cv.

Renault Captur brasileiro é bastante diferente do europeu

Apenas na aparência e no acabamento interno que o Captur brasileiro se assemelha com o Captur europeu. O nosso modelo aproveita apenas itens como os faróis, portas dianteiras e a tampa do porta-malas. De resto, o carro é totalmente diferente, com direito inclusive à plataforma do Duster (ao invés da do Clio de quarta geração do modelo oferecido no velho-continente); e gama de motores exclusiva, com um 1.6 flex de 120 cv e outro 2.0 flex de 148 cv, com câmbio manual de cinco marchas ou automático de quatro velocidades.

Acompanhe o Tracionando também no Facebook, no Twitter e no Instagram!

Renault Captur europeu vai ganhar novo visual em Genebra