Tracionando Renault-Alaskan-2018-12-750x500 Confirmada para o Brasil, Renault Alaskan chega à Europa Europa Picapes Renault  vendas utilitário francesa Brasil Alaskan
Renault Alaskan 2018

Baseada na nova geração da Frontier, a nova Renault Alaskan 2018 acaba de fazer sua estreia no mercado europeu. A inédita picape média da marca francesa, que foi apresentada há cerca de um ano; quer atrair os consumidores pelo visual mais moderno e a oferta de motores a diesel. O novo modelo será vendido no Brasil, com direito a produção na vizinha Argentina a partir de meados do ano que vem.

“Após o lançamento da Alaskan na América Latina, a sua disponibilidade na Europa é mais uma evidência das ambições globais da Renault. A Alaskan é uma picape poderosa e robusta que foi projetada para atender às necessidades de clientes exigentes”; afirmou o chefe da divisão de utilitários do grupo Renault-Nissan, Ashwani Gupta.

Tracionando Renault-Alaskan-2018-17-750x500 Confirmada para o Brasil, Renault Alaskan chega à Europa Europa Picapes Renault  vendas utilitário francesa Brasil Alaskan
Renault Alaskan 2018

Entre os equipamentos de série, a nova Renault Alaskan 2018 dispõe de assistente de partida em rampas; controle em descidas; faróis com luzes em LED; destravamento das portas e partida do motor sem chave; sistema multimídia com tela sensível ao toque de sete polegadas; painel de instrumentos com tela TFT 3D colorida de cinco polegadas; câmeras com visão 360 graus, entre outros.

A lista inclui ainda bancos dianteiros com aquecimento e ajustes elétricos; ar-condicionado automático de duas zonas com saída de ar para os ocupantes do banco de trás; acabamento interno em couro; volante multifuncional e teto solar elétrico.

Tracionando Renault-Alaskan-2018-25-750x500 Confirmada para o Brasil, Renault Alaskan chega à Europa Europa Picapes Renault  vendas utilitário francesa Brasil Alaskan
Renault Alaskan 2018

Quanto aos motores, a nova picape média da Renault vai dispor de um 2.5 litros a gasolina, com 162 cv, e outro 2.3 litros turbodiesel; com 162 cv na configuração com uma turbina e 192 cv no modelo biturbo, com transmissão manual de seis velocidades ou automática de sete marchas e tração traseira ou 4×4.

O utilitário se sobressai ainda por oferecer capacidade de carga de 1,2 tonelada e de reboque de até 3,5 tonelada. O conjunto inclui também suspensão traseira com eixo rígido e cinco pontos de ancoragem.

Acompanhe o Tracionando também no Facebook, no Twitter e no Instagram!

Confirmada para o Brasil, Renault Alaskan chega à Europa