Primeiras unidades de testes do Nissan Kicks finalizadas em Resende (RJ)
Primeiras unidades de testes do Nissan Kicks finalizadas em Resende (RJ)

Assim como outras montadoras, o Nissan Kicks é a grande aposta da marca japonesa no mercado brasileiro. Atualmente, o crossover compacto é importado do México e já se posiciona como o terceiro mais vendido da categoria; atrás apenas de Honda HR-V e Jeep Renegade. E para vender ainda mais (as cotas de importação limitam as vendas), a Nissan vai passar a produzir o Kicks em território nacional.

A planta de Resende (RJ), que atualmente fabrica os compactos March e Versa, será a responsável pela produção do Kicks. De acordo com uma publicação do Estadão, para introduzir a linha de montagem do utilitário-esportivo compacto na unidade; a Nissan vai aplicar um investimento de R$ 200 milhões na unidade; somando aos outros R$ 500 milhões investidos no ano passado.

Nissan Kicks
Nissan Kicks

A produção nacional do carro vai implicar na contratação de 600 funcionários e a criação de um segundo turno na fábrica. O processo de contratação já teve início e será concluído até agosto ou setembro. Com isso, a fábrica de Resende vai passar a ter 2.100 funcionários. Hoje, há apenas um turno de oito horas – em breve, serão dois turnos de oito horas cada. A unidade fabril foi inaugurada em 2014 com investimentos que somam R$ 2,6 bilhões, aplicados entre os anos de 2011 e 2014.

Porém, de acordo com executivos da marca, a fabricação do novo Kicks no Brasil terá início em maio ou junho deste ano. O modelo nacional vai seguir a mesma linha do importado, com exceção da gama de versões, que contará com opções mais baratas por menos de R$ 80 mil; visando aumentar suas vendas e participação no segmento.

Acompanhe o Tracionando também no Facebook, no Twitter e no Instagram!

Para produzir Kicks, Nissan terá segundo turno em Resende

Avalie esta publicação