Ford EcoSport 2018 na China
Ford EcoSport 2018 na China

Cinco meses após ter sido apresentado mundialmente, o Ford EcoSport 2018 começa a fazer sua aparição em outras mostras automotivas pelo mundo. A nova linha do crossover compacto está sendo apresentada pela marca no Salão de Xangai, na China; e será oferecida por lá sem o câmbio automatizado PowerShift de seis marchas e dupla embreagem (que equipa o carro no Brasil).

A transmissão automatizada da Ford, que inclusive apresentou problemas em boa parte dos exemplares do EcoSport no território nacional; foi substituída pelo câmbio automático SelectShift de seis velocidades.

Ford EcoSport 2018 na China
Ford EcoSport 2018 na China

A novidade está disponível para os três motores da linha do utilitário-esportivo para o mercado chinês: 2.0 litros Duratec de quatro cilindros (com injeção direta e 174 cv); 1.0 litro EcoBoost de três cilindros e 1.5 litro Ti-VCT de quatro cilindros. Para o motor maior e mais potente; há ainda o sistema de tração nas quatro rodas (4WD) e suspensão traseira independente.

Nas demais alterações, o Ford EcoSport 2018 conta com retoques no visual, com direito a uma nova grade hexagonal; para-choques redesenhados, faróis com leves mudanças em seu formato e novas rodas de liga-leve. O painel do interior do carro foi totalmente renovado; com um formato mais moderno e destacando a tela “flutuante” sensível ao toque do sistema SYNC 3, que tem Apple CarPlay e Android Auto.

Ford EcoSport 2018 na China
Ford EcoSport 2018 na China

No mercado brasileiro; a expectativa é que o EcoSport também passe a oferecer a transmissão automática SelectShift no lugar da automatizada PowerShift. A linha nacional do carro contará com o 2.0 litros Duratec flex de 178 cavalos de potência e 22,5 kgfm (herdado do Focus); além de um inédito 1.5 litro flex de três cilindros, com cerca de 130 cv.

O lançamento do novo Ford EcoSport 2018 no Brasil é esperado para junho deste ano.

Acompanhe o Tracionando também no Facebook, no Twitter e no Instagram!

Ford EcoSport 2018 abandona câmbio PowerShift na China

Avalie esta publicação