Ford EcoSport Titanium 2019 agora sem estepe
Ford EcoSport Titanium 2019 agora sem estepe

O Ford EcoSport se posicionou como uma das referências entre os SUVs por muito tempo no mercado brasileiro. Porém, os anos foram passando e a Ford não acompanhou os passos da categoria. Resultado: ficou para trás. Ela lançou o EcoSport reestilizado em 2017 para recuperar parte do terreno. Agora, a marca aposta no novo Ford EcoSport Titanium 2019 para agradar uma parcela do público que não aceitava uma das principais características do crossover compacto.

A nova linha do EcoSport Titanium 2019 estreia sem o famoso estepe fixado na parte externa da tampa do porta-malas, que conferia um ar mais aventureiro ao utilitário-esportivo. Porém, trata-se de um item não usado por nenhum outro modelo da categoria e que inclusive foi abandonado por carros de outras categorias – como a minivan Chevrolet Spin Activ.

Porém, como ele ostenta um porta-malas bem pequeno, não foi possível posicionar um estepe dentro do compartimento. Para resolver tal problema, a Ford implementou um conjunto de pneus run-flat, que são comuns entre carros de marca premium.

Um dos grandes vacilos do EcoSport Titanium 2019, contudo, é a ausência do motor 2.0 flex com injeção direta. No lugar, ele herdou o motor 1.5 flex de três cilindros das versões SE e FreeStyle. Agora o 2.0 flex só no aventureiro EcoSport Storm. E para o piorar, ele ficou MAIS CARO em relação ao Titanium 2018 com o motor mais potente.

Só esses pontos já são um tanto que suficientes para fazer você olhar para outros crossovers compactos da categoria ao invés do EcoSport Titanium 2019 na faixa dos R$ 100 mil. Porém, há outros itens que pesam contra o carro. Veja:

Ford EcoSport Titanium 2019
Ford EcoSport Titanium 2019

Perdeu o motor 2.0 para usar um 1.5 flex

O certo é um carro progredir para conseguir atrair mais consumidores. No caso do novo Ford EcoSport Titanium 2019, houve uma progressão ao abandonar o potente e eficiente motor 2.0 Duratec Direct Flex, dotado de quatro cilindros, duplo comando de válvulas variável e injeção direta de combustível.

Este propulsor consegue desenvolver 170 cavalos de potência com gasolina e 176 cv com etanol, a 6.500 rpm, e torque de 20,5 kgfm e 22,5 kgfm, respectivamente, a 4.500 rpm. A transmissão é uma automática de seis marchas com conversor de torque.

Todavia, agora o 2.0 flex é ofertado somente na versão Storm, que dispõe ainda de tração 4×4.

O EcoSport Titanium 2019 estreia com o motor 1.5 Ti-VCT flex de três cilindros, o mesmo usado nos modelos SE e FreeStyle. Ele entrega 130 cv com gasolina e 137 cv com etanol, a 6.500 rpm, e torque de 15,6 e 16,2 kgfm, nesta ordem, a 4.500 rpm, também com câmbio automático de seis velocidades.

Não estamos falando de um motor ruim. Muito pelo contrário. Tal propulsor de três cilindros é bastante moderno e eficiente. Porém, foi um grande vacilo da Ford colocar um motor menor, mais potente e menos “torcudo” só para (muito provavelmente) reduzir os custos de produção.

Ford EcoSport Titanium 2019
Ford EcoSport Titanium 2019

Pneus runflat são mais caros e difíceis de achar

O novo EcoSport Titanium 2019 é equipado com pneus run flat, que elimina a necessidade de parar o carro imediatamente caso sofra alguma perfuração ou corte. Um ou mais pneus podem ficar totalmente vazios e percorrer uma distância de até 80 quilômetros, numa velocidade de 80 km/h.

Trata-se de um pneu diferente, com estrutura reforçada. Neste caso, há pneus Michelin 205/50 R17 do tipo ZP (Zero Pressure); com flancos, ombros e talões projetados para suportar a carga mesmo com queda de pressão. O conjunto inclui também um kit de reparo e sistema de monitoramento de pressão dos pneus.

O pneu run flat do EcoSport Titanium 2019 tem preço de R$ 900, contra R$ 660 cobrados pelo pneu convencional do modelo antigo. Ou seja, uma diferença de 36%. Além disso, ele não poderá ser recuperado caso tenha algum rasgo na lateral – sendo assim, deverá ser substituído.

Já o kit de reparo, que inclui um frasco líquido de selante e um compressor que funciona numa tomada 12V; tem preço de R$ 266. Ele precisa ser substituído sempre após ser utilizado.

Ford EcoSport Titanium 2019
Ford EcoSport Titanium 2019

Ficou mais caro que o Titanium 2.0 2018

Mesmo com o motor menor e menos potente; o novo EcoSport Titanium 2019 está mais caro que o anterior. Agora ele custa R$ 103.890, contra os R$ 100.590 cobrados pelo modelo com motor 2.0 flex e estepe na tampa. Nisso, há uma diferença de consideráveis R$ 3,3 mil.

Trata-se de uma diferença um tanto quanto injustificável, tendo em vista que o carro perdeu o motor 2.0 flex e os quatro pneus mais caros apresentam um aumento de R$ 960 frente aos outros quatro pneus convencionais.

Há custos com o processo produtivo de novos componentes da carroceria, como a tampa do porta-malas sem o estepe e com o suporte de placa. No entanto, esta tampa do porta-malas é a mesma usada no EcoSport europeu (que também não tem estepe). Logo, tal item não demandou estudos e desenvolvimentos complexos, que poderiam se traduzir em investimentos maiores.

Ford EcoSport Titanium 2019
Ford EcoSport Titanium 2019

Espaço interno limitado

Um dos calcanhares de Aquiles do EcoSport Titanium 2019 e de todas as outras versões é o espaço interno. O carro é um dos mais apertados da categoria e não acomoda muito bem quatro adultos. O espaço para as pernas é bastante limitado, muito por conta do entre-eixos de 2,51 metros – para efeito de comparação, o Honda HR-V tem 10 cm a mais (2,61 m) e o Creta, 8 cm a mais (2,59 m).

Ford EcoSport Titanium 2019
Ford EcoSport Titanium 2019

Porta-malas pequeno e com tampa com abertura lateral

O porta-malas do EcoSport 2019 também é diminuto e acomoda somente 359 litros de bagagens. É um dos menores da categoria, ao lado de modelos como Chevrolet Tracker, Jeep Renegade e Citroën C4 Cactus.

Vamos combinar que o porta-malas não é extremamente pequeno e pode acomodar as bagagens de duas ou, no máximo, quatro pessoas (sem muitos exageros). Todavia, o HR-V comporta 437 litros e o Creta, 431 litros.

Fora isso, mesmo sem o estepe, a tampa do porta-malas manteve o mecanismo de abertura lateral, ao invés da abertura vertical convencional. Isso acaba atrapalhando o acesso ao porta-malas em locais mais apertados (como em estacionamentos na rua).

Ford EcoSport Titanium 2019
Ford EcoSport Titanium 2019

Deve ganhar uma nova geração em breve

Agora em 2019, mais precisamente no mês de agosto, a segunda geração do Ford EcoSport vai completar 7 anos de mercado. Em média, uma geração dura de seis a oito anos no mercado. Sendo assim, uma nova geração do crossover compacto já está sendo desenvolvida pela Ford e deve chegar entre o fim de 2019 e o início de 2020.

Uma unidade de testes já foi vista rodando nas proximidades dos centros de desenvolvimento da Ford nos Estados Unidos. Seguindo a tendência dos modelos mais atuais, a nova geração do EcoSport 2020 deve apelar para um visual mais urbano e refinado; com interior mais espaçoso e versátil e uma série de novos recursos.

Ford EcoSport Titanium 2019
Ford EcoSport Titanium 2019

Há opções mais atuais na categoria

É fato que o EcoSport reestilizado melhorou muito. Ganhou uma série de equipamentos invejados pela concorrência, acabamento interno aprimorado, visual mais agressivo, motores mais eficientes e um novo câmbio automático. Todavia, ainda assim fica devendo para a concorrência em diversos quesitos.

Não traz a opção de motor turbo – por mais que o 2.0 flex seja potente, mas acaba não entregando a mesma eficiência de um propulsor com downsizing. Além disso, fica devendo (e muito) no espaço interno e no porta-malas e um visual de carro mais moderno e atual.

Além disso, ficou bastante caro com o passar do tempo e perdeu boa parte do seu custo benefício. As versões SE e FreeStyle foram anunciadas com sete airbags de série e agora possuem somente dois; assim como o Titanium perdeu o motor 2.0 flex para usar o 1.5 flex.

Há outros modelos melhores e mais atuais no segmento. Muitos deles não entregam a lista de equipamentos farta do EcoSport, mas se sobressaem em visual; refinamento; construção; espaço interno; modernidade, entre outros.

Fotos do novo EcoSport Titanium 2019

Acompanhe o Tracionando também no Facebook, no Twitter e no Instagram!

Ford EcoSport Titanium 2019: 7 motivos para NÃO comprar o novo SUV