Tracionando Chevrolet-Blazer-2019-4-750x500 Chevrolet Blazer 2019: a nova geração do SUV para os americanos Chevrolet Crossovers Estados Unidos  releitura nova geração linha 2019 Blazer americano
Chevrolet Blazer 2019

Lembra do Chevrolet Blazer? Por aqui ele virou Trailblazer em sua nova geração baseada na S10. Porém, lá fora a marca acaba de ressuscitar o nome para um novo SUV. O inédito Chevrolet Blazer 2019 acaba de estrear nos Estados Unidos em quatro versões de acabamento e preços a partir de US$ 29.995; para brigar com modelos como Ford Edge e Nissan Murano.

Como dá para reparar, o novo Blazer 2019 chama a atenção logo de cara pelo visual mais “nervoso”. A dianteira é marcada pela enorme grade de recorte diferenciado, que envolve ainda os faróis auxiliares de LED. Os faróis principais estão posicionados logo abaixo, juntamente com as luzes indicadoras de direção.

Tracionando Chevrolet-Blazer-2019-2-750x500 Chevrolet Blazer 2019: a nova geração do SUV para os americanos Chevrolet Crossovers Estados Unidos  releitura nova geração linha 2019 Blazer americano
Blazer Premier 2019

Há ainda vincos marcantes nas laterais e linha de cintura elevada. A traseira, por sua vez, conta com um formato mais avantajado; lanternas mais afiladas e tampa do porta-malas com um amplo desenho côncavo na parte central.

Pulando para o interior, o painel do novo Chevrolet Blazer 2019 lembra bastante o do muscle-car Camaro. Há saídas de ar circulares em posição central no console e tela da central multimídia tipo “flutuante”; além de volante de quatro raios com acabamento em alumínio e costuras contrastantes no painel, painéis de porta, bancos e apoios de braço.

Tracionando Chevrolet-Blazer-2019-3-750x500 Chevrolet Blazer 2019: a nova geração do SUV para os americanos Chevrolet Crossovers Estados Unidos  releitura nova geração linha 2019 Blazer americano
Chevrolet Blazer Premier 2019

A linha do Blazer 2019 é composta pelas versões L, Blazer, RS e Premier. Todas elas saem de fábrica com central multimídia com tela sensível ao toque de oito polegadas, Android Auto, Apple CarPlay e navegador GPS; ar-condicionado digital de duas zonas; bancos traseiros deslizantes; faróis HID; luzes em LED e retrovisores aquecidos.

Já os modelos mais caros recebem piloto automático adaptativo; teto solar panorâmico; bancos e volante com aquecimento; rodas de 20 polegadas, entre outros.

As versões de entrada são dotadas de um motor 2.5 litros de quatro cilindros a gasolina, que rende até 193 cavalos de potência e 26 kgfm de torque. Já as mais caras contam com um 3.6 V6 de 305 cv e 37,2 kgfm. Em ambos os casos, há câmbio automático de nove marchas e tração dianteira ou 4×4; além de sistema start/stop.

Acompanhe o Tracionando também no Facebook, no Twitter e no Instagram!

Chevrolet Blazer 2019: a nova geração do SUV para os americanos